ALOPÉCIA/QUEDA DE CABELO

Atualizado: 11 de jun. de 2020

Queda de cabelo (alopecia) é uma queixa frequente na população e muitas pessoas acabam recorrendo a tratamentos sem que a causa seja investigada. A queda de cabelo pode ser dividida em alopecias cicatriciais e alopecias não cicatriciais.


Tipos de alopecia


As alopecias não cicatriciais são as mais frequentes e englobam a alopecia androgenética, conhecida como calvíce e o eflúvio telógeno.

As situações clínicas que levam ao eflúvio telógeno são:

• Período pós-parto

• Dietas restritivas

• Perda de peso

• Doenças endócrinas (hipotireoidismo, por exemplo)

• Doenças autoimunes (lúpus eritematoso sistêmico)

• Cirurgias

• Medicamentos (propranolol, metoprolol, isotretinoína, valproato de sódio, lítio, fluoxetina, warfarina, enoxaparina, isoniazida e indinavir)

• Estresse: em geral, inicia-se entre 2 a 3 meses após o evento desencadeante.


Portanto, diante da queixa de alopecia é fundamental ouvir toda história clínica do paciente e fazer um bom exame físico para avaliar a necessidade de exames laboratoriais ou biópsia do couro cabeludo. Com esses dados em mãos o médico poderá individualizar o tratamento.


#alopecia #quedadecabelo #eflúvio #efluviotelogeno #cabelos #fiosdecabelo

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo