ROSÁCEA

A rosácea é uma doença de pele que acomete o rosto e caracteriza-se por eritema, edema, telangectasias e pápulas que podem ser acompanhadas por pústulas e nódulos. O início da rosácea costuma ocorrer na terceira e quarta década de vida. É mais comum em mulheres, enquanto a formas mais exuberantes podem ocorrer em homens. A causa da rosácea não é conhecida.



As diversas apresentações clínicas da psoríase podem ser classificadas com base em sua morfologia e localização.


A rosácea pode ser subdividida em:


ERITEMATO-TELANGIECTÁSICA


É o tipo mais comum, faz com que a pele fique vermelha e com vasos aparentes. É facilmente notada na região central do rosto e se agrava com consumo de álcool, exposição solar, exercícios físicos, entre outros. Outro sintoma é sensação de ardência. Pode ser tratada com remédios tópicos anti-inflamatórios ou luz pulsada.


PÁPULOPUSTULOSA


Tem como característica, além da vermelhidão, o surgimento de lesões pápulo-pustulosas, que se assemelham com espinhas. O tratamento também tem ação anti-inflamatória e pode ser tópica ou via oral.


FIMATOSA


A inflamação causada por esse tipo de rosácea torna a pele mais espessa e vermelha, em alguns casos, áreas como o nariz podem dobrar de tamanho. Além disso, regiões do rosto e ao redor podem ser comprometidas. Além dos tratamentos já citados anteriormente, em alguns casos, há intervenção cirúrgica para reduzir o volume de pele ou sessões de laser fracionado ablativo.


OCULAR


Acomete a região dos olhos, mais especificamente próximo aos cílios, gerando descamação e vermelhidão. Se não tratado pode evoluir e interferir na visão do paciente. Os medicamentos devem ser indicados por um oftalmologista e a área deve ser bem higienizada.


#rosácea #pele #doençasdepele

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo